domingo, 10 de setembro de 2006

Setembro: USA ou Rússia

Setembro tornou-se o mês eleito pela mídia para lembrar-se anual e incansavelmente o 11/09/2001. Certo. Indiscutível. Todos sabem o que aconteceu e até se lembram do faziam enquanto Nova York tinha suas colunas de aço derretendo junto com as fundações das Torres Gêmeas.
Mas acho que faríamos um bem maior à humanidade se nos lembrássemos também que foi em setembro que aconteceu a tragédia de Beslan. Não está ligando o nome à pessoa? Eu ajudo: foi em 2004, quando 332 pessoas, na maioria crianças, morreram em uma escola russa dominada por terroristas chechenos tendo o Governo russo conseguido ter uma reatividade pior do que o governo (leia-se o Governador de então) carioca no episódio do ônibus 174. Nesta última semana, um manifestante morreu num confronto com a polícia e me parece que no mínimo 10 pais e mães suicidaram-se após o epiódio em si, aumentando o número de mortos para quase 350. Nossa memória não deveria ser seletiva, nem a mídia...

3 comentários:

Sérgio disse...

Bela lembrança Claudia
Veio a minha mente agora as cenas da entrada das cameras no ginasio, etc.
Triste Setembro Negro !!

Dani disse...

Acho que é setembro o mês do cachorro louco, e não agosto, como dizem.
Aquela tragédia na escola foi mesmo algo tenebroso.

Bjs!

Antonio (Tavola Redonda) disse...

É tudo uma questão de efeitos especiais... explico: na russia não tinha bin ladem, não tinha bush nem rudy giuliani...
Não tinha americano empunhando bandeira que nem uns palhaços... nem teve morte ao vivo na tv na hora do brunch...
Que fazer... terrorismo é viver num mundo como o nosso e mesmo assim ainda temos pena dos americanos. Sinto pela dor deles, mas... e o resto do mundo?
Gostei da lembrança! Bjão!