sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Pequenas grandes coisas que me fazem sorrir


Cheiro de café
Chocolate quente (de verdade) no frio
Mãozinha de bebê segurando nosso dedo
Macarrão ou feijão da minha mãe
Coca-cola muito, muito, muito gelada
Beijo no pescoço
Sentar à noite com os pés na piscina de água fresca
Achar notinhas de dinheiro esquecidas no bolso da calça
Cheiro de refogado de alho no azeite
Tirar o sapato depois daquela super festa e pisar na cerâmica fria
Sair do banho com o cheiro do sabonete
Ver o sol nascer
Cheiro de terra molhada de chuva
Filme com cobertozinho numa tarde chuvosa
Pão recém saído do forno da padaria
O primeiro gole daquela cerveja super gelada
Rir até chorar ou doer a barriga
Banho de mangueira/borracha no quintal numa tarde quente
Pipoca salgada fresquinha feita em casa
Abraço apertado de amigo


(*) A imagem veio daqui.

3 comentários:

Mauricio Perninha disse...

Vou ter apertar muito no proximo abraço! :)

Eduardo Santos disse...

Teu blog foi um ventinho bom que soprou pra mim em uma noite chata: muito interessante e divertido. Prazer, Eduardo:
http://arcanjocriouasas.blogspot.com/
http://arcanjocriouasas.wordpress.com/

Ou, seguindo pelo twitter:
http://twitter.com/eduardosanctos

Jefferson de Morais disse...

Pois é, Cláudia! As pessoas costumam ostentar coisas tão grandiosas e, muitas vezes, se esquecem de como são gostosas algumas simplicidades da vida.

Gostei muito.
Parabéns!

Abraço,

Jefferson de Morais.