quinta-feira, 5 de janeiro de 2006

Vai e Vem

Passa o tempo
Passa lento
Passa o passo
Triste como o compasso
Da valsa abandonada

Um tanto acanhada, a
Menina risca um traço
Perde o laço
Perde no vento
Perde o momento

Tal intento
Tal desalento
Tal percalço
E fosse o abraço
A carícia desejada

A presença notada
Faz-se em pedaços
Voa no espaço
Voa pensamento
Voa sentimento

4 comentários:

Ricardinho disse...

VEM E VAI
Lento passa o tempo
passo a passo
alegre o compasso
da vida um abraço
não perde nenhum momento
nem tem desalento
do abraço desejado
tua presença notada
se une em mil pedaços
fica no pensamento
sentimento
tuas palavras tanto acanhadas
teus desejos no vento
o meu desalento
lento passa o tempo
passo a passo!
É maravilhoso ver vc esccrevendo e melhor ainda é saber que vc é uma grande companheira.

Dani disse...

Muito bom, Claudia.

Que o tempo em 2006 passe mais devagar e que nós não percamos nem o laço, nem o momento.

Um grande abraço. :-)

Re disse...

Que lindo Claudinha!
Menina de talento...
Beijos!

Lena** disse...

Achei seu blog nos meus passeios internéticos e adorei! Tá lindo. Um grande beijo!