domingo, 12 de junho de 2005

Procurando os Violinos

Ainda não decidi se é deprimente ou reconfortante ficar em casa num sábado à noite. Mas ontem foi perfeito. Fui encontrar meus amigos da confraria. Dois furaram, mas Claudinha e Ricardo acabaram salvando minha noite. Fomos para a Feira de S.Cristóvão – onde conheci Suzana e Bruno, divertidíssimos – e só saímos de lá perto das 2 da manhã. Tinha a prima da Suzana, que fez com que posássemos 13 vezes pra foto e não conseguiu uma fotinha sequer. Sem comentários.

Acho que já disse isso, mas adooooooro a Feira. Exorcizamos todos os demônios bem baratinho (claro que, algumas vezes, eles parecem materializar-se bem nas nossas frentes). Foi muito engraçado ver a inglesa Celestine encantar-se por um flamenguista feio que doía, ver o espanto dos determinados dançarinos ao depararem-se com minha mão enfaixada e terminar a noite numa barraca vendo dvds piratas do Grupo Revelação e do Zeca Pagodinho.

A Feira é uma ótima terapia. Parece a Floresta de Lotlhórien: o tempo passa em ritmo diferente por lá. Um compasso próprio. Um lugar perfeito para esquecer-se dos problemas e divertir-se enquanto tiver disposição. Uma terapia quase de graça.

Assim como Moraes. Hoje de manhã redescobri o CD acústico do Moraes Moreira. É maravilhoso fechar os olhos e procurar pelos violinos do arranjo. Pra dizer a verdade, foi como uma viagem no tempo. A Hivy estava apenas nascendo. Eu ainda trabalhava na Mabel (das rosquinhas de côco) e ainda morava com meus pais em Duque de Caxias. Não fazia a menor idéia de que minhas ambições como química estavam para serem definitivamente enterradas e começava a me transformar na burocrata que hoje lhes escreve.

Estou assistindo Brad na TV. Mesmo o filme sendo triste de doer, eu não consigo mudar de canal. O que será isso? Sei lá...


Obs.: Pra quem andou perguntando e não me achando, está tudo bem. A mão dói um pouco, mas acho que está “passando”, se é que posso falar assim. O antiinflamatório já acabou e na segunda eu troco a tala pelo gesso. Depois disso são só mais três semanas de imobilização, com acompanhamento semanal.

4 comentários:

Sérgio disse...

Oi Claudia..
Seu final de semana foi legal.Que bom !!! Acho que precisam criar uma feira igualzinha aqui.Do jeito que estou, acho que nao sairia de lá, ainda mais sendo de graça...
Segunda feira vai dar tudo certo...Pode ter certeza.Estou aqui torcendo por você."Nao se esqueça" de nossas promessas.
Um beijo com saudades do seu "nao" anonimo admirador

Claudia disse...

Sérgio, Sérgio!
Deixe de ser implicante, homem!..... Você sabe que mora no meu coração, não sabe?
Beijinhos!

Sérgio disse...

Claudia, Claudia !
Não sou implicante não :)
Mas é sempre bom saber que, ao menos, tenho um cantinho no seu coração.Afinal, nunca se sabe quando irei tomar uma ordem de despejo mesmo...rs
beijinhos para vc tb !

Amigo Carioca disse...

Esses devaneios sobre sua vida há tempos atrás me encantaram! Queria muito saber como sua vida se desenrolou, saber da sua história...
Sei que você não está nem aí pra saber quem sou, mas não ligo. Sei que tem que ser assim. Se eu não mostro as caras, e nem "os nomes", porque você vai se preocupar com isso? Melhor deixar pra lá mesmo. Sou apenas um anônimo amigo que te admira, mas que não vai fazer diferença alguma em sua vida...
A não ser que eu apareça lá na feira de São Cristóvão qualquer dia desses pra gente conversar...rs
Um beijo, querida, Deus te abençoe.